QUERENDO SER GRANDE

Posted in OUTROS with tags , , on 23 de fevereiro de 2011 by RoAnDin

Nota na Gazeta do Povo, sobre a Angelus. Se tudo isso está acontecendo, é porque tem dentista consumido.

Aposta

Especializada em produtos odontológicos, a paranaense Angelus trabalha com uma meta e tanto para os próximos cinco anos: multiplicar seu faturamento por quatro. A ousadia tem explicação. Em 2008, a empresa consolidou parceria com a Endeavor, cuja especialidade é fomentar o empreendedorismo de forte resultado em países emergentes. A consultoria, que se instalou no estado no ano passado, realinhou os planos estratégicos da Angelus, por enquanto sua única “afilhada” no Paraná.

Os primeiros resultados já apareceram. A receita operacional bruta teve incremento de 25% desde o começo do trabalho conjunto.

Fonte: Gazeta do Povo – 30/01/11


 

UM CIRURGIÃO-DENTISTA EGÍPICIO

Posted in DENTISTA on 13 de fevereiro de 2011 by RoAnDin

Depois de um enorme recesso aqui no blog, estou de volta…

O Natal se foi, o final do ano e aqui no DN tivemos a participação de alguns amigos blogueiros, enviando mensagens e desejando votos de um feliz Natal.

Quero muito agradecer ao Marcel, Amilton, Ana, Paula e Frank, que foram muito solícitos e marcaram presença aqui e nos brindaram com suas mensagens. E que ao longo do próximo ano eles continuem nos fazendo rir, esclarecendo e acima de tudo nos ensinando muito através de seus blogs.

A cada um de vocês muito obrigado e um ano novo repleto de saúde, felicidades e muitos posts nos blogs.

E para começar o ano [do blog] o post é sobre algo triste no mundo [mesmo que longe] e no meio disso tudo um dentista que já foi post aqui no ano de 2009. O escritor  Alaa Al Aswany que também é dentista e atende justamente nas proximidades da praça Tahrir onde acontecia os conflitos no Egito.

Leia abaixo o que foi dito sobre ele na Folha de S. Paulo.


Autor de sucesso é dentista e lidera grupo de oposição

DE SÃO PAULO

Um dos autores árabes contemporâneos de maior sucesso, Alaa Al Aswany já foi comparado pelo estilo realista a Naguib Mahfouz (1911-2006), o único egípcio a receber o Nobel de Literatura, em 1988.
Seu romance mais conhecido, “O Edifício Yacubian” (2002), vertido para 12 idiomas, ganhou adaptação cinematográfica e foi lançado no Brasil pela Companhia das Letras, que também planeja publicar “Friendly Fire” (fogo amigo), livro de contos.
Nascido em 1957 e formado em odontologia, Aswany, que já morou nos EUA, ganha a vida como dentista -seu consultório no centro do Cairo é próximo ao lugar dos tumultos.
Autor de textos políticos para jornais e revistas, o escritor é um dos fundadores do movimento oposicionista Kifaya (“basta”).

O escritor e líder oposicionista Alaa Al Aswany no Cairo, onde trabalha como dentista

REVOLTA ÁRABE

Egito vive rebelião romântica, diz escritor

Para o romancista Alaa Al Aswany, revolução “é como estar apaixonado por alguém; torna as pessoas melhores’

Intelectual afirma que Mubarak está perdendo força e que o diálogo com a oposição é só um modo de ganhar tempo

DO ENVIADO AO CAIRO

“Fazer uma revolução é como estar apaixonado por alguém. É algo que nos torna pessoas melhores e capazes de qualquer coisa, inclusive o que parecia impossível.”
A comparação é de um dos mais proeminentes e engajados intelectuais egípcios, o escritor Alaa Al Aswany, 54, cuja obra já foi traduzida para pelo menos 12 línguas, incluindo o português.
“Toda revolução é romântica, o Egito é a maior prova disso”, afirmou o autor, ao receber a Folha e um pequeno grupo de outros jornalistas no apertado gabinete do centro do Cairo onde atende como dentista.
Para ilustrar esse romantismo, Aswany cita a coragem e o civismo dos manifestantes antigoverno acampados na praça Tahrir.
“Eu estava na praça quando a polícia atirou na multidão, no último dia 28. Vi um homem do meu lado ser baleado na cabeça. Mesmo assim, ninguém recuou um centímetro sequer diante das balas”, afirma.

REVOLUÇÃO LIMPA
O escritor, fluente em inglês e francês, também cita o que vê como um despertar espontâneo de solidariedade e respeito.
“Dias atrás, joguei um papel no chão da praça. Uma senhora de 70 anos me parou e disse: essa revolução é por um país melhor, e isso supõe um país mais limpo. Por favor, recolha o papel e jogue-o no lixo”, relata.
O autor se diz impressionado com as doações de alimentos aos manifestantes e com a capacidade dos voluntários de coordenar segurança, atendimento médico e até o trânsito no Cairo.
“Todos os egípcios querem o fim deste regime, que é um dos mais repressores do mundo. Só defendem Mubarak aqueles que tiram algum benefício pessoal do governo”, afirma.

REAÇÃO PADRONIZADA
Aswany diz não ter dúvidas de que as marchas de apoio ao ditador foram orquestradas pelo governo e alerta para o que chama de contrarrevolução.
“Ditadores, que passam décadas sem contato direto com a realidade da população e possuem egos gigantes, reagem de forma padronizada diante de revoluções”, expõe o autor.
“Primeiro, eles negam a realidade. Depois, atribuem os distúrbios a elementos isolados a serviço de inimigos externos. Em seguida, negociam, sem nunca atender à reivindicação principal. Por fim, quando a ficha cai, eles se tornam muito agressivos, como um tigre ferido.”
Hosni Mubarak, segundo o autor, mostrou-se capaz de tudo para levar adiante a contrarrevolução, inclusive ordenar que a polícia atirasse na população.
Aswany afirma que as ordens de massacrar os rebeldes só foram interrompidas após pressão dos norte-americanos -o regime egípcio é aliado da Casa Branca.
O escritor afirma que as conversas em curso entre governo e oposição são um modo de Mubarak ganhar tempo e diz que, quando houver eleições livres, votará em Amr Moussa, ex-ministro das Relações Exteriores, hoje secretário-geral da Liga Árabe.
“Ao atirar no próprio povo, Mubarak perdeu a força moral. A pressão interna e externa fez com que ele perdesse também a força política. Ainda resta a ele um pouco de força prática, que desaparecerá”, avalia Aswany.
(SAMY ADGHIRNI)

PS.:  Desde  que tomei conhecimento sobre Alaa Al Aswany, comprei o livro Edifício Yacubian, que até hoje fica me observando de longe, implorando para ser lido, mas a fila é grande e o tempo é curto. Uma hora chega sua vez e voltarei aqui pra contar a vocês.

 


ODONTOBLOGIA NO DN

Posted in NATAL with tags , on 25 de dezembro de 2010 by RoAnDin

Diversão garantida o ano inteiro

Para fechar as comemorações de Natal aqui no DN veio aqui do Sul mesmo a mensagem do Dr. Frank. O responsável pelo odontoBLOGia, de longe o blog mais divertido e original sobre Odontologia. Muito obrigado, boas festas e continue nos divertindo com suas hilárias criações e o animado podcast.

Caro Roandin
São nos pequenos gestos e atitudes do nosso dia-a-dia que devemos proporcionar o mínimo de alegria e compreensão a todos que nos cercam.
Que no Natal e no próximo ano possamos acima de tudo AGRADECER pela vida.
Que o exemplo deste vídeo faça os leitores do Dentistry News refletirem sobre o que é o verdadeiro AMOR e a ESPERANÇA, que é o que representou o nascimento do menino JESUS.
Vídeo enviado pelo Dr. Frank.

Um Abraço FELIZ NATAL, FELIZ ANO NOVO!!!

Frank Botega


A HORA E A VEZ DO SAUDÁLITO

Posted in NATAL with tags , on 22 de dezembro de 2010 by RoAnDin

Quase chegando ao fim das comemorações, hoje o presente é da nossa amiga Dra. Paula, autora do blog Saudálito. Este ano tive a grata surpresa de conhecer a Dra. Paula, quando passamos algumas horas trocando ideias numa Starbucks perdida na imensa S. Paulo. Agradeço imensamente pelas palavras, amizade e por sempre me orientar quando as dúvidas chegam. Feliz Natal e muito obrigado.

Comemoração em dobro...

Falar do Natal para mim é muito bom. É o mês do ano mais bonito e feliz pra mim.
É o mês do meu aniversário, é o mês do Natal e também me traz todas as melhores lembranças de infância.
E neste ano tenho  mais o que agradecer que é amizade que fiz com pessoas que  provavelmente não conheceria se não fosse a facilidade e viabilidade da internet.
Desta maneira os blogs contribuíram muito para encontros muito felizes com pessoas diferentes, com objetivos e desejos em comum na profissão que abraçamos: a Odontologia.
E pelo Dentistry News, quero agradecer a oportunidade de estar sempre presente no Saudalito, na minha vida como amigo que é e pela contribuição sempre bem humorada de seu conteudo de blog.
Desejo que neste Natal a saúde, paz e muita prosperidade estejam sempre presentes acompanhando seu imenso sucesso em tudo que estiver envolvido.
Obrigada pela sua amizade, carinho, consideração e respeito.
Bjs da Paula Rollemberg pelo Saudálito🙂

PRESENTE DO QUEM TEM MEDO DE DENTISTA

Posted in NATAL with tags , on 20 de dezembro de 2010 by RoAnDin

Ainda para comemorar o Natal por aqui recebemos o presente da Dra. Ana, aquela mesmo que ajuda a desbravar e a enfrentar os medos de dentista. No meio de tantos blogs que surge todo dia, o Medo de Dentista pra mim foi a melhor contribuição que podia ter surgido nesse ano. Dra. Ana não poupa esforços em seus posts elaborados e escritos com grande esmero. Parabéns pelo belo trabalho e obrigado por sua contribuição aqui no DN.

Presente da Dra. Ana

ENTÃO… É NATAL!

Luzes enfeitam a cidade! É aquela época do ano em que tudo fica mais bonito. Exercitamos a solidariedade com o próximo, reservamos um tempo na agenda para dar mais atenção à família, reconhecemos que durante o ano negligenciamos nossa vida espiritual, enfim, buscamos ser melhores. Era pra ser isso, pelo menos.

Mas, infelizmente, cada vez mais vemos o Natal associado ao ato de comprar. Compramos presentes não porque queiramos presentear, mas porque a data pede. Compramos roupas para parecermos mais bonitos ou, pelo menos, mais “bem sucedidos”. Compramos comida como se fossemos alimentar o mundo, mas o mundo continua com fome. Enfrentamos filas intermináveis em busca de itens (in)dispensáveis: “a sandália que vai ficar m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a com aquela saia que eu tenho” (vou arrasar na ceia!); o auto-agrado que no natal que vem estará QUASE na última prestação (mas EU MEREÇO!); o item culinário exótico que não pode faltar à mesa na hora de fatiar o peru (vai dar “aquele efeito”!).

Peraí… o que é que a gente veio fazer aqui mesmo?

As pessoas já não se lembram mais o que é o Natal. Se perguntarmos para a maioria das nossas crianças, elas responderão: “É o dia em que Papai Noel traz presentes”. Sabe o pior? Elas têm razão! O Natal hoje em dia, para muita gente, é isso: admirar decoração de shopping enquanto aguarda os filhos tirarem foto com um senhor de barba branca feita de algodão, suado, vestido inapropriadamente para o clima de um país tropical🙂.

Não! Eu não sou contra o Papai Noel! Acho ele um velhinho simpaticíssimo! Muito menos desaprovo a decoração natalina, pelo contrário, divirto-me muito nesta época do ano montando minha árvore, distribuindo sobre ela os enfeites e ajeitando a guirlanda na porta de casa. Até “neve de pipoca” eu curto! Apenas me preocupo com o significado de tudo isso na vida das pessoas.

Se eu puder lhe dar um conselho, que seja este: monte sua árvore de natal e a adorne com prazer. Vibre com cada luzinha que se acende. E que se apaga. Que se acende. E que se apaga.🙂 Aproveite a ocasião pra explicar para os pequenos o motivo da celebração. Fale pra eles que aquela estrela que está lá no alto, em destaque, um dia já guiou três reis até um bebê muito especial. Incentive neles a consideração e o respeito pelo próximo durante o ano todo (e não se esqueça de praticar isso). E divirta-se! Afinal, é uma festa…

E o principal: nunca, NUNCA se esqueça: por mais legal que o “bom velhinho” seja, quem morreu numa cruz por você não foi Papai Noel. E palmas para o aniversariante.


UMA HISTÓRIA DE NATAL

Posted in NATAL with tags , on 12 de dezembro de 2010 by RoAnDin

Esta semana o presente para todos nós vem do Dr. Amilton, aquele das histórias fantásticas do blog De Boca Aberta. E como não poderia ser diferente, ele criou uma história que claro tem tudo a ver com o Natal e com aquilo que ele deseja a todos que o cerca. No meio de tantos afazeres Dr. Amilton reservou um tempo e atendeu ao meu pedido. Ao Dr. Amilton, obrigado e que nossa amizade seja cada vez mais fortalecida no ano que se inicia. Um grande abraço!

De Boca Aberta e suas histórias fantásticas...

Um panetone, um natal e muitos sonhos

Falar de épocas como o Natal sempre me remete à nostalgia de um tempo amplificado por bons sentimentos, por paz, amor e desejos.

Nada mais completo se eu puder transfigurar tudo isso através da história do Natal dele, o paciente. Então, assim, começa a história de Júnior:

Quando entrou  a primeira vez no consultório odontológico, Júnior não soltou uma única palavra. Seus 12 anos de vida começaram a ter roteiro  a partir da segunda visita, quando perguntei por sua mãe, e a resposta veio rápida:

– Mãe? Eu não tenho mãe doutor, eu moro com minha irmã, e foi ela que me trouxe até aqui…

– Certo! Tudo bem, então…

E depois dessas poucas palavras trocadas Júnior mostrou-se cada vez mais à vontade para perguntar, e as dúvidas eram muitas. Do instrumental  do consultório ao procedimento que iria ser feito, tudo era motivo de conversa. Até que um dia ele perguntou se podia pedir algo. Eu respondi que sim, e ele continuou:

-O senhor poderia me ajudar numa coisa?

– Sim, claro, se estiver ao meu alcance.

– Pois é, eu quero muito uma coisa,mas não sei nem chamar o nome, já vi muitas vezes na televisão, nas novelas e até nos desenhos…(putz, pensei, ele vai me pedir de presente um daqueles vídeo games ou carros voadores caríssimos, estou ferrado).

-Sabe, quando tiver perto do Natal, o senhor poderia me ajudar a comprar um daqueles bolos que vendem por ai, eu quero muito que minha família coma comigo igual aparece na TV.

– Um panetone?

– Isso mesmo, esse nome mesmo! Deve ser gostoso né, doutor, comer aquilo?

Talvez eu tenha errado ao pensar, imaginar algo material e caro para ressignificar o natal de uma criança carente, mas também, talvez, impulsionado por uma época tão “midiática” em termos gerais, que por vezes, e muitas  vezes, tantas pessoas esquecem do valor máximo de tudo… E indiferente de religião, ou de qualquer outra coisa, o que vale mesmo é o que está dentro de nosso espírito. São nosso valores, são nossos sonhos, simples ou não que nos impulsionarão a continuar, sendo natal ou não.

Talvez os sonhos de Júnior não passem de um simples pedaço de panetone, mas que a união em torno desse  desejo possa trazer paz no coração  dele e de tantos outros que sonham, que desejam.

Que nossos sonhos se tornem reais, feliz natal e muita paz!


MENSAGEM DE NATAL

Posted in NATAL with tags , , on 5 de dezembro de 2010 by RoAnDin

Como foi anunciado semana passada, sobre as mensagens de Natal, nada melhor para começar a semana com um texto verdadeiro e objetivo, enviado pelo responsável do blog que a cada post é como se fosse uma aula. Com seus casos clínicos incríveis e esclarecedores. E como eu sempre brinco com ele, quando crescer quero ser Endodontista como ele. Muitos que seguem os blogs de odontologia sabe que estou falando do Dr. Marcel Caetano do Endodontia Avançada. A todos boa leitura e ao Dr. Caetano muito obrigado pela participação aqui no DN:

O Natal que vem do Endodontia Avançada...

Uma festa Cristã que marca o nascimento de Jesus, o Natal é marcado pelos costumes de montar presépios, enfeitar árvores de Natal e trocar ou dar presentes. Reúnem-se as famílias e os amigos para a celebração desta data em um clima de Paz e fraternidade, momento em que renovam-se as esperanças por dias melhores e projetam-se sonhos para um futuro próximo.

É como se, além de festejar o nascimento de Jesus, quiséssemos festejar o nascimento de uma nova fase em nossas vidas, renovando tudo aquilo que já vivemos durante todo o ano. Surgem novas expectativas para uma nova transformação. Isso é bom, nos faz acreditar que podemos ser melhores, que podemos fazer nascer um novo eu dentro de cada um de nós. Isso faz com que todos envolvidos nesta grandiosa festa cristã tenham a certeza que o mundo pode ser melhor. Basta ter Fé, acreditar, pensar positivo e agir, ter ATITUDE!

De nada valerá este espírito de renovação se não tivermos atitude para mudar e transformar as nossas vidas. Não adianta pedir por mais Saúde se não nos comportarmos de maneira preventiva. Nada valerá clamar por Paz se não tivermos dentro de nós atitudes de um pacificador. Nada irá se resolver falando sobre a Solidariedade; temos que ser solidários,  praticar a solidariedade! Pedir Tolerância é muito pouco, quase nada se resolve apenas pedindo. Todos nós temos que praticar a tolerância. Não adianta pedir por um Mundo mais Fraterno, se não tivermos a coragem de reconhecer que todos somos Irmãos. Não basta falar por falar. Tem que ter ATITUDE!

Que o Natal e o Ano Novo sirvam para que tenhamos a oportunidade de projetarmos e celebrarmos o nascimento de muitas coisas boas dentro de nós, para assim tornarmos a humanidade cada vez melhor.

Feliz Natal! Feliz 2011! Seja Feliz e transmita Felicidade!


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.